segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Metamorfose do Amor

Metamorfose do Amor


Silenciou a voz do amor

Palavras não gritam mais
Sufocado o sentimento
Calaram-se todos os ais

Há penumbra no alvorecer
Poesia sem soluçar
Noite fria e solidão
Lágrimas estancadas no olhar


Há vazio enorme no peito
Dor, porém não existe mais.
Inércia, desânimo de afetos,
Emudeceu a boca que falava de paz!


Não resta nada
Apenas a lembrança do que se foi!
Calou-se...
Emudeceu...
Suavizou!

Adormeceu paixão e acordou amor!

Paula Belmino

domingo, 29 de novembro de 2009

ORAÇÃO




Protegida

Sob tuas asas escondidas

Minhas tristezas e minhas alegrias

Em ti posta toda minha esperança

E minha vitória.

Sob teus olhos a minha ansiedade e meu sonhar

O desejo de minha alma em tuas mãos está!

Ante tua face o meu pensamento

E nada escondido perante teu vigiar

Vês tudo...

Conheces o meu profundo

Sabes bem o meu desejar!

Sob teus ombros a minha dor entreguei

Deixei sobre ti todo meu pesar

És meu anjo, és meu protetor.

Quem a mim derrotará?

Tudo vence por mim

E nas tuas mãos gravadas estão minhas vitórias

Sou a alma escolhida

Sou a menina de teus olhos!

Escolhestes pra mim um futuro de glória!

Em tuas vestes está meu esconderijo

E em tua língua meu nome citado foi

Sou vencedor!

Ganhei, tudo realizo!

Pois sou o amor de tua vida

Sou protegida

Em ti minha vitória é garantida!


Paula Belmino

sábado, 28 de novembro de 2009

Esperando o Natal


Noite Feliz


Tocam os sinos
Enaltecem o menino
Estrela Dalva anunciou
Nasceu o Cristo!
Anjos em derredor
Cantam ao Deus Trino
Cheio de amor

Reis ofertam presentes
Incenso, ouro e mirra.
Perfumam o menino
Majestosa adoração
Amam e dizem bem vindo
Fazem a mais linda oração!

Dorme Belém
Esperam a felicidade
Em berço simplório
A justiça e a verdade!

Toca o sino...
Anjos anunciam com louvor
Reis e estrelas seguem o menino
Nasceu Jesus, o Rei de Amor!


Paula Belmino

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Anjo Guardião de Estrelas







Guardião das Estrelas



Anjinho de Luz


Noite a vigiar


Mãozinhas espalmadas


Juntinhas a orar



Gratidão e afeto


Singela canção de paz


Sono tranquilo de criança


Linda oração se faz


Anjo ao luar


Em asas douradas de amor


Sonhos guardados e perfeitos


Vida pura tal como a flor!


Sonha em oração


Nas mãos que guardam o bem


Estrelas e anjos amigos


À criança dizem: Amém!



Paula Belmino
*para minha filha Alice Rute



**foto minha aos 2 aninhos de idade sendo anjo no mês de maio!

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

POEMAR

Poemar

Acordo transbordando palavras
Uma poesia sai de meu ser
São versos de amor e desejo
Frases inteiras de amor por você

Soluço paixão todo dia
Minha mão escreve um soneto só seu
O coração em romaria
Reza esse amar que sai de meu eu

Como e bebo o amor
O dia inteiro vivo a saudade
Broto e cresço poesia
Na ânsia de encontro e felicidade

Durmo e sonho seu corpo
E nas madrugadas sou seu bem
Encantada nas estrelas d e sua boca
Amanheço amando-lhe bem mais além

Poemando...
Seguindo a vida a lhe endeusar
Anjo querido guardador de minha alma
Palavras de amor pra lhe ofertar.


Paula Belmino

terça-feira, 24 de novembro de 2009

Poesia de Amor

Benquerença




Sou fera no cio
Ansiosa por teus beijos e ais
Perante a encruzilhada da vida
Sacrifícios ao encontro de paz

Sou puro prazer
Êxtase orvalhado na madrugada interrompida
Vontade atrevida que tira meu sono
E me faz te querer mais

Sou nostalgia
Saudade em pandemônio que se instalou em mim
Pra sempre essa benquerença
Esse desejo de ti

Sou um orgasmo encoberto em mil sonhos vis


Paula Belmino

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Poesia a Dez Mãos e Homenagem






DEZ MÃOS E UMA SÓ POESIA




Encontro de poetas é evento

Que enaltece o dom do pensamento

E cria o bem maior da Amizade...



Estando em companhia - agradável encantamento

Mario, Betina, Milla, Paula e Rose, nesse momento

Firmaram um carinho já vivenciado, tornando-se Realidade!



A vida vai seguindo - em momento dado,

Amigos se encontram, posto que o fado,

Assim determinou que fosse um Dia!



Com água de chuva e felicidade

E o calor de uma linda Amizade,

Nasceu amor – e brotou Poesia!



De puro afeto se fazem os laços,

No aconchego terno do abraço,

Entre Poetas – é só Harmonia!



AUTORES:

1 - Mario Roberto Guimarães

2 - Betina Marcondes

3 - Milla Pereira

4 - Paula Bel

5 - Rose Tunala







Foi lindo nosso encontro de Poetas e rendeu uma linda poesia feita a dez mãos que recebeu homenagem da amiga poetisa Angélica gouvea.



domingo, 22 de novembro de 2009

Saudade e Amor misturados




Encontro de Amor

Pingos de chuva
Gotas de amor
Cheiro de saudade no ar
Flores de uma paixão
Pensamento a dançar
São lembranças de uma vida
É saudade a se revelar
Gotas de esperança
Segredos a desvendar
Encontro de almas amantes
Que anseiam se beijar
Sob os pingos da chuva
Sob o céu á beira do mar
Caídos em flores de paixão ardente
Eternizando a poesia do amar
Que seus corpos cantam felizes
Apaixonados velados pelo luar


Paula Belmino
**Fotos minhas feitas há 4 anos atrás, magrinha aiaiaiiaia rsrsr

sábado, 21 de novembro de 2009

Encontro De Poetas














































Encontro Nacional Poetas Del Mundo



Maravilhoso encontro
Carinho entre poetas
Aprendizagem
Poesia na hora certa

Debates sobre humanismo
Falou-se sobre a luta pela paz
Sobre os direitos do cidadão
Trabalho feito de amor, poesia e muito mais.

De doar a vida pelas crianças
Pela arte encantar
Encontraram-se amigos queridos
Com quem gostaríamos de estar

Café na casa das Rosas
Poesia e sorrisos mil
Poetas Del mundo
No encontro do Brasil

Chuva pra refrescar
Trazendo benção e paz ao coração
Muitos abraços carinhosos
Poetas que parecem irmãos

Betina Marcondes, Mila Pereira
Mário Roberto Guimarães
Rose Tunala , Silvia Mota
Soninha Porto dando autografo de coração

Tantos poetas unidos
Pelo bem ao mundo propagar
Foi o encontro que eu sempre desejei
Pra sempre essa lembrança vou guardar.

Paula Belmino


**Estou muito emocionada em conhcer pesoalmente os amigos que conhecia só em sites e Recanto das Letras.Pra mim o amor virou realidade.

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Poesia de um Amor Maior Que o Mar


O Mar desse Amor

No mar
Olhos a marejar
Verde e azul a encantar
Alma a se banhar

Lavar todos os sentimentos
No mar deixar
Que atravessem oceanos
Tentando achar
O porto que abrace esse amor
Perdido nas ondas do mar

Sonhar...
Mergulhando no mar
Abraçando deuses dessa paixão
Que vive aqui a espraiar
Buscando beijar a terra
Mas revolve sempre ao encontro das águas
do mar

Saudosos dos olhos secos de lagrimas
E profundo feito esse mar
Ama e sente saudades
De nesse mar de amor voltar a amar

Paula Belmino


**Foto minha em 2004 na praia de João Pessoa, retratandop toda minha suadade escrita aqui.

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Poesia de Um Amor Imortal

Sementes de Amor

Nosso amor desabrochou
Feito flor de laranjeira
Perfumou!
Em primavera aflorou
Fez colorido meu jardim e coração

Ai nosso amor de verão!

Nosso amor iluminou
Feito luar em noite quente
Trouxe inspiração
Madrugada agitada
Êxtase de sentimentos
Fez-se fogo e paixão


Nosso amor foi universo
Invadiu poros e veias
Transpassou alma e preencheu
Com uma infinita vontade de amar
Fez-se tudo.
Essencial!

Ai nosso amor especial!

Nosso amor vingou
Cresceu como árvore forte e viva
Amadureceu!
Deu frutos de amor que remanesceu
Em flores e sementes brota sempre e sempre
Nosso amor nunca morreu!


Paula Belmino

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Esperando o Natal


Cartinha ao papai Noel

Querido Papai Noel...
Neste Natal desejo um presente especial, algo que nem todo dinheiro do mundo pode comprar.
Desejo paz para o mundo e saúde e trabalho para todos as pessoas.Que eles possam ter dignidade e trazer o sustento a cada lar, que em volta da mesa seja todo dia uma ceia farta, onde não falte o pão, a alegria e o diálogo entre filhos e pais.
Desejo que o tempo pare e que haja mais momentos felizes e gargalhadas soltas no ar, que os irmãos e amigos sejam mais unidos e se abracem mais.
Não desejo brinquedos caros ou jóias tão raras assim, anseio somente que as cantigas e cirandas em roda sejam brincadeiras que encante a todos inclusive a mim.Que o prazer esteja em se está junto e na união o amor seja a doce canção que se deseja escutar, fazendo alegre o coração em todo o lugar.
Desejo que os idosos tenham seus dias sossegados em volta de netos e bisnetos a repousar, que asilos sejam extintos, há vida e saúde na solidão?
Que a companhia da família seja o ninho que aquece a alma, corpo e coração.
Desejo um futuro certo ás crianças, saúde, lazer, habitação, que sejam próprios castelos de riqueza e de bondade, lares cheios de fantasia, ternura e amizade.
Que a violência seja presa nas masmorras do destino, escrita nos livros como banida, dê lugar ao otimismo.
Que cada jovem alcance o sucesso e a verdadeira felicidade através do amor e do conhecimento em cada livro de uma estante repleta de sobriedade.
Que não somente aos domingos se vá a igreja, mas em cada dia o homem seja o templo d e Deus e nesse natal diário com certeza, os sinos tocarão nos céus.
Desejo um presente inigualável: A vida real em contos de fada se fazer, que em cada cidade, cada criança, jovem ou velho o amor venha se desabrochar.
O melhor presente de Natal papai Noel eu peço, amor em primeiro lugar!


Paula Belmino

terça-feira, 17 de novembro de 2009

Sorriso de Pai














































A lista de Sorrisos de um Pai


1- Saber que vai ganhar um filho
2- Chorar de alegria na hora do nascimento
3- Acreditar no milagre da vida
4- Acompanhar o seu crescimento
5- Estar sempre presente nas horas difíceis e alegres
6- Ouvir a primeira palavra “papai”
7- Chorar de emoção com seus primeiros passos
8- Brincar e se ver novamente criança
9- Ouvir o eu te amo sempre
10- Saber que você filha é o fruto do meu amor por sua mãe!




































**Lista de sorrisos do papai Reinaldo para Alice, encontrei em rascunho na agenda , sinal que viver ao lado da poesia viva , a Alice , faz qualquer pessoa se transformar em amor.

sábado, 14 de novembro de 2009

Homenagem do Dia




CRIANÇA


Beijo de Deus
Em esperança a desabrochar
Milagre e ternura ao mundo
Pra vida transformar


Liberdade de borboleta
Belo pássaro a voar
Dando colorido á vida
Criança luz a encantar.

É faz de conta, é pureza,
Dom de Deus a nos alegrar
Amor em mil faces
Anjo celeste que na terra veio morar!

Paula Belmino

**Esta poesia fiz pra Homenagear as crianças do mundo inteiro em especial a minha Alice e sobrinha Artilia e sobrinho Amós.Estará sendo passada em clip musical na TV POnta Negra no RN os amigos leitores de Natal vejam o programa Crescendo de A a Z um programa para toda a família.Aos sbados ás 9 horas da manhã!

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Sonolência

Sonolência

Nuvens densas no olhar
Névoa no pensamento
Corpo desmaiado em sonhos
Fadas, príncipes e canções.
Dome em paz...
Segundos a fio
E se refaz.
Contando carneirinhos
Ouvindo música de ninar
Sonhando voando como avião
Sonolência bate nos olhos
Fazendo sonhar o coração.


Paula Belmino

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Homenagem do Dia


O Reflexo do Amor


Olhando teus olhos vivos
Duas jabuticabas parecem
Se noite e escondidos
Eles me fazem prece
Ao sol duas amêndoas
Cor do amor
Um dourado a me encantar
Brilham feito as estrelas
A me iluminar

Olhando teus olhos acesos
Dois anjos que me levam ao céu
Neles eu enxergo a vida
A felicidade cor de mel
Olhando bem dentro deles
Eu me embalo no amor
São notas de música e aconchego
São pedras raras que Deus mandou

Olhando teus olhos felizes
As portas do paraíso se abrem a mim
São pérolas do mar, preciosas
São dois lindos querubins
Eles me purificam
Fazem em meu ser transbordar felicidade
Lindos olhos de anjo
Trazem fascínio, riqueza e bondade.

Olhando teus olhos vivos e acesos
O embalo do amor nos faz dormir
E em teus olhos fechados
Borboletas belas pousam em ti
Fazem a primavera
Trazem o perfume da pura flor
Teus olhos são estrelas onde eu sonho
São espelhos onde eu vejo o amor!


Paula Belmino
*para minha filha Alice Rute

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Esse Amor por Você



Amor lapidado
Sabor de pecado
Em fim e começo
Do prazer aos meados

Amor sacramentado!

Amor transverso
Em côncavo e convexo
Em todas as minhas veias
Sangria de sentimento complexo

Amor alma e vida. Completo!

Amor adolescente
Promíscuo e insano
Criativo e humano
Crescente e aprendiz

Amor que eu sempre quis!

Paula Belmino

sábado, 7 de novembro de 2009

Homenagem do Dia




Poeta

Homem de alma amiga das letras
De sensibilidade à flor da pele
De coração apaixonado pela natureza
E nas crianças têm a sua inspiração predileta


É sal da terra
Pois suas palavras fazem bem
É doce e cura na tristeza
A poesia é o bem que ama e tem

É doador de Deus aos homens
É semeador da alegria
Homem abraçado á sua família
Presente do céu para a humanidade

Poeta que leva em sua poesia o amor, a beleza e a felicidade!

Paula Belmino


*Poesia em Homenagem e dedicada ao Poeta Reinaldo Ribeiro, um dos poetas mais humanos e sensíveis que já conheci.Em suas letras a alma canta e se faz feliz!
Em lançamento de seu primeiro livro Letras da Alma, o que já se merecia.Aos que virem e lerem o poema aqui adquiram o livro do maravilhoso poeta e amigo, pois em suas poesias o amor impera e habita!

Esse Louco Amar



Uma saudade doída
Pensamento além
Um gosto amargo, melancolia,
Paz que se deseja e não se têm

Um amor desenfreado
Levando à loucura e á submissão
Carente, pedinte, doente,
De querência e de paixão.

Um sonho não alcançado
Desejo de companhia
Tormenta na noite a sós na cama
Ânsia de abraço e calmaria.

Saudade do que se foi sem nunca ter vindo
Pensamento de amor sem poder se amar
Ansiedade de beijo inflamado num frio de alma que triste está.
Paixão a dois encerrando a distancia

...Um amor que rompe barreiras de o que se é amar!
Paula Belmino

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Amuleto da Sorte


Amuleto da Sorte

Uns usam figa, pé de coelho,
Carregam consigo ferradura
Trevo de quatro folhas
Fitas e escultura

Outros usam a cor azul pro mal afastar
Em água benta vão se banhar
Fazem o sinal da Cruz
Quando passam em frente à igreja vão rezar.

Uns levam consigo o crucifixo
E oram em montes e crêem ser abençoado pelo céu
Outrem fazem oferendas á entidades
Pra ser sua sorte doce como mel.

Eu sou pura sorte!
Minha certeza está na minha historia
Tenho um Deus que cuida de mim
Traçou meu destino de vitória.

Sou virada pra lua
Em tudo que toco vira ouro
Sou bendita, abençoada,
Meu amuleto da sorte é Deus meu tesouro.

Tenho o anjo Gabriel a me proteger
E mil legiões a me abençoar
Minha sorte é certa concreta
Deus vive ao meu lado só pra em fazer ganhar!

Paula Belmino

terça-feira, 3 de novembro de 2009

Homenagem do Dia


Agasalhados no Amor

No agasalho do coração,
Crianças vivem o sorriso e a união.
Carinho, calor e afeto.
O exalar de uma paixão

No cantinho de contar histórias
Um segredo de amor envolve o ar
Música suave
O silêncio se faz na alma a ninar

No frio um copo de vinho
Trás alegria e sutileza
Vida de sonhos a sonhar
Todos sorriem em volta da mesa

Agasalhadas pelo amor
Crianças felizes e seus pais
Saboreia do inverno o carinho
Um abraço terno pra se fazer gostar

Frio...Carinho
Vinho... alegria
E amor entre seus pais
Crianças envolvidas no agasalho da alma
Pra serem felizes como não foram jamais!

Paula Belmino



**Poesia feito mediante pedido da amiga Bergilde na distante Itália!

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Dia de Finados


Passagem

Gotas da vida
Colhidas na flor
Orvalho em saúde
Resquícios do amor

Passagem de nuvem
Mudança de estação
Viveu primavera
Foi embora deixou o verão

Voo de pássaro
Batendo asas ao léu
Pousando num outro ninho
Dourado, de ouro no céu.

Gotas da vida
Flor e alma a murchar
Verteu-se a alegria
Foi ao paraíso cantar.

Passagem...
Voar...
Pousar nos braços do Pai
E com Deus feliz morar.

Paula Belmino






*A morte é passagem , um mistério a se desvendar, faz sofrer, faz chorar, só resta esperança que um dia nos encontraremos com Deus e com os amados que já se foram.

Que Deus conforte o coração dos que ficam aqui e prepare as almas que ao partir estarão com Ele nos ares.

domingo, 1 de novembro de 2009

Dia Azul




Um dia azul
De domingo
De primavera
Calor, carinho e flores belas.

Uma noite linda
Dos namorados a se amar
Sob o luar
Vendo mil estrelas a cintilar

Um dia feliz
Crianças a sorrirem e a dançar
Todos brinquedos espalhados
E bolhas de sabão voando no ar

Uma noite calma
E amantes a conversar
Olhos nos olhos, mão na mão, boca a boca,
Alma e corpo a se encontrar

Um dia feliz
Vida a se anunciar
Em cada gesto de carinho
O amor contagiar

Dia e noite
Homens velhos e meninos
De gotas de vida gozar
Um dia ou noite azul
Se o amor neles está!



Paula Belmino