domingo, 18 de fevereiro de 2018

Navegar




Navegar é preciso
mesmo que o mar seja revolto.
Contra a nau, 
terríveis ondas
quase naufragam a embarcação 
no mar absoluto
que a tudo devora e vence.


E de repente o mar acalma-se,
navegar é preciso,
para se chegar ao lugar de repouso
desse mar, ora tenebroso, ora solitário das ondas.
Tudo conta dos segredos da terra
e de seu amor pela lua
deixando -o tenebroso
e num instante azul e calmo.


Navegar é preciso ,
para se chegar às terras distantes
da alma ferida pelas ondas da vida
ou no sossego de um dia de mar tranquilo.


É como se  enxerga o mar,
que saber-se-á prever, se terrível ou pacífico.
Um oceano de lágrimas deixa o mar aflito,
um sorriso pode transformar toda agitação
na paz em exercício.

Paula Belmino

Essa é minha participação no Poetizando e  Encantando do blog da professora Lourdes

http://filosofandonavidaproflourdes.blogspot.com.br/2018/02/23-edicao-do-poetizando-e-encantando.html

A inspiração da semana é essa:


 Na 1ª imagem: 
O mar escuro em movimento, no horizonte a lua cheia desponta


Na 2ª imagem


Uma paisagem do mar e um barco, com uma linda lua cheia.


E um vídeo ainda dos primeiros acordes da Alice tocando Meu barquinho


Participe também dessa brincadeira que tem como objetivo incentivar à criatividade e a expressão, socializar e interagir com mais amigos leitores e escritores.

sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

Quaresma Poética





Semeando ao vento
flores de poesia
para perfumar o mundo
encantar as almas
abençoar as mãos.

Deleitando  versos
feito o sal da terra
a vida e a força
o sabor para as manhãs.

Plantando o sonho
fé e esperança mais e mais
palavras como alimento
e água a saciar a sede
encher o mundo de poesia
para se viver a paz!

Paula Belmino


Rubem sugeriu que lêssemos poesia para "agradarmos a Deus". 
Nesta quaresma o Instituto Rubem Alves lança o  desafio: Vamos todos compartilhar poesia por 40 dias? 



Nós já estamos participando , com um semear de poesias diárias, nas redes sociais e lendo por onde passamos para as crianças, e permitindo que elas leiam umas para as outras.


Nosso primeiro dia ontem foi assim com a Alice lendo para Hadassa o livro: Poeminhas da Terra de Márcia Leite pela Editora Pulo do Gato:


E hoje nosso 2º dia teve poesia de Cecília Meireles: Rola a chuva, 




já na nossa página no Facebook 

https://www.facebook.com/PoesiaDoBem/videos/1165339163601944/



Nos siga no Youtube se inscrevendo no  nosso canal e acompanhe diariamente nossa: "Quaresma Poética " ofertando a Deus, ao mundo, o melhor da poesia!



Vem você também encher o mundo de poesia. Participe , siga a página do Instituto Rubem Alves e use a #  #quaresmapoética



quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

Flores da Primeira Chuva




E a chuva chegou,
molhando a terra árida e seca.
Feito flor de esperança,
a chuva rega de vida,
o que estava desfalecendo.

Da morte à vida,
e pétalas rosas se abrem
uma flor de trovão
o símbolo de inverno
em nosso sertão.

A terra seca se abre
e recebe as primeiras chuvas
pra desabrochar o sonho
a fé na alma do sertanejo
ansioso pelo verde da plantação.


Paula Belmino



Uma flor linda de nosso sertão, a flor delicada nasce num dia em terrenos arenosos, bem limpos e anunciam a chuva, duram apenas um dia de vida, e sua flor tem perfume característico de cebola por isso conhecida como cebola-brava, cebola de sapo, cebolinha, ou flor de trovão. É a esperança do sertanejo brotando numa terra emq ue parecia tudo desfalecer.



Essas fotos fiz ontem no sítio de meu tio e me admirei por onde passávamos tinha um tapete delas estendido. Confesso que eu nunca tinha olhado as cebolinhas, feito lírios do campo, flores de nosso sertão encantando o olhar de quem agora é atento.

E a chuva chegou!



E mais uma linda apresentação das flores com poesia do autor Luiz Carlos Marques que achei no Youtube:



Vejam mais aqui no blog do poeta: 

segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

Quando Crescer, eu quero ser...



Quero ser médico de corações
curar toda dor
e remediar com amor
ser amigo e protetor.


Quero ser jogador de futebol
realizar o sonho de brincar
trabalhando com arte e prazer
multidão de gols
ouvir a paixão no estádio ecoar. 


Quero ser bombeiro
apagar o fogo, salvar vida
preservar a natureza, e ser herói
sempre lutando pela vida
amigo de todas as horas.


Quero ser astronauta
contar estrelas mil
e morar nas constelações
fazer de meu lar o universo
uma vida espetacular.


Quero ser tudo que sonho
o que o mundo dispõe a experimentar
por meio da brincadeira crescer
aprender, desenvolver e amar.

Paula Belmino





Mãe, como a gente sabe quantas estrelas tem no céu? Quando eu crescer, eu quero ser contador de estrelas!


É com essa fantasia de ser e imaginar o que vai ser quando crescer que a Dedeka lança sua coleção Outono/Inverno 2018 com o tema: Quando  crescer, eu quero ser...
Além de homenagear as profissões a Dedeka aposta no brincar, fantasiar para com seriedade desenvolver as habilidades das crianças, já que se sabe cada um de nós temos inteligências múltiplas que vão se desenvolvendo nas relações interpessoais, nas brincadeiras, na escola, nas aulas de música, no ler e escrever, no esporte, enfim inteligências e habilidades que se bem direcionadas e desenvolvidas podem com certeza apontar qual dos caminhos a criança pode ser quando crescer, lembrando sempre que o amanhã está dentro de nosso hoje e que as crianças precisam experimentar e vivenciar para assim expor sentimentos, e assim construir seus próprios conceitos e demonstrar que áreas das humanas ou exatas tem mais facilidade, sem nunca impedir de que tenham contato com as artes, com a física, com os esportes, com a música.






Na linha Homewear bebê e passos, o setor de pesquisa, criação e desenvolvimento de produtos
buscou inspiração nas crianças imitando a profissão dos pais e, mais do que isso, brincando e dando
nomes criativos e cheios de amor às profissões. Já no Homewear infantil, além da imitação
das profissões continuar forte, as crianças também começam a testar as suas habilidades

e imaginar o seu futuro a partir de um universo lúdico.




Nesta coleção, há diversas novidades como a Linha Bichinhos em Unifloc Jacquard,
peças lúdicas com aplicações em malha polar para proporcionar uma experiência tátil à criança,
bodies de Thermo Dry estampados, peças que ‘crescem com a criança’ já que têm o cós
e os punhos dobráveis, estampas que brilham no escuro e com glitter e ainda
uma linha dedicada para os pequenos torcerem muito na Copa do Mundo 2018.


Nós já recebemos o nosso Press Kit e em breve tem ensaio por aqui. O que mais gostamos da marca que sempre inova e atende os anseios das mães que veem os filhos crescer e perder as roupinhas,nessa linha , a Dedeka traz a linha que cresce com a criança, pois os cós e punhos dobráveis podem se ajustar ao tamanho de nossos filhos. Adoramos!



E pra conferir mais novidades da coleção acessem:


domingo, 11 de fevereiro de 2018

Chapéu de Vencedor



A vida é curta demais pra se ficar à espera,
de braços cruzados ansiando mudança, esperando por algo que parece nunca chegar.
E o que se tem feito pela mudança?
O que se planta se colhe!
Qual tipo de semente temos semeado pro onde passamos?
É preciso ir á luta! A vida e o mundo dependem de nós!De nossas açõe,s de nossa maneira de viver, agradecer, servir, e acreditar.
Vistamo-nos de armas espirituais:
a armadura de poder,
o capacete da salvação, de tudo que é bom se cobrir, um chapéu de esperança, de bons pensamentos a fluir.
Vistamo-nos também da couraça da justiça, do vestido mais bonito e saiamos a levar esperança, plantando a bondade, a amizade, a solidariedade. 
Façamos boas ações , sem esquecer nunca, o melhor a fazer é ser sempre bom!
E selamo-nos com o selo da vida, sempre com o cinturão da verdade, amarrando-nos sobre falar o que é bom,  propagando o evangelho que cura e restaura, alimenta, dá sonhos e fé.
Calcemos os pés na preparação do produzir coisas novas, sementes de confiança e gratidão, para que os que nos ouçam possam conhecer O que salva, e ama, desde o princípio!
E por fim estejamos preparado em todo tempo, com a espada afiada, a arma que corta desde a carne às entranhas da alma, mas ao cortar, sara feridas e mágoas, traz zelo, cuidado e calma.
Sejamos nós o bom mensageiro, a língua que anuncia salvação,  de boas palavras nas mãos e na fala, ataviado a cabeça com o chapéu de vencedor, por Aquele que na cruz se entregou e a todos amou.

Paula Belmino



Esta é minha inspiração no 22º Poetizando e Encantando do blog 


Que traz a inspiração na imagem abaixo d e uma mulher segurando um chapéu.

Me inspiro na palavra bíblica da carta do apóstolo Paulo aos Efésios 6:13-17 que diz:


13 Portanto, tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau e, havendo feito tudo, ficar firmes.
14 Estai, pois, firmes, tendo cingidos os vossos lombos com a verdade, e vestida a couraça da justiça;
15 E calçados os pés na preparação do evangelho da paz;
16 Tomando sobretudo o escudo da fé, com o qual podereis apagar todos os dardos inflamados do maligno.
17 Tomai também o capacete da salvação, e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus;



A brincadeira do blog da Lourdes traz como inspiração uma imagem por semana onde os amigos se inspiram e com criatividade interage com poesia, frases, reflexão, música,enfim usando-se das boas palavras para poder agir, refletir, brincar, se relacionar e até quem sabe levar uma mensagem de esperança a quem necessita. A dessa semana além da moça com chapéu traz esta:


Uma moça triste na janela olhando a vida passar.
Que não estejamos à espera , parados, mas se algo não depende de nós, confiemos, entreguemos na mão de quem Tudo pode resolver e sigamos, esperando com fé o dia da nossa vitória chegar!

E pra terminar ouçam a Alice cantando essa bela mensagem:
Está sofrendo , mas também está aprendendo né?
Toda promessa tem um tempo de espera!
Fica tranquilo, não se desespera, se foi Deus que prometeu, a promessa está de pé, somente espera!

Se inscrevam em nosso canal!

quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018

Cores do Bem





A vida é feita de cores, 

algumas vibrantes, 

outras suaves.
Por vezes traz tons fortes, 
noutros momentos, a vida se mostra em tons mais claros.
Cores em destaque e outras apagadas, 
assim como os dias nublados.
É preciso, no entanto saber 
ver a beleza de cada cor, 
de cada dia, 
e mesmo nos dias frios e cinzas, 
saber tirar proveito 
e se permitir colorir a alma 
num próximo arco-íris, 
a confirmar a aliança de nossa existência.
Ora colorida e intensa,
ora delicada e pálida,
não importa a cor de sua vida, de seus dias,
importa que tenha a cor
de ser bem vivida.



Paula Belmino



Poema inspirado na campanha: "Cores do Bem", idealizada pela CiS empresa de material escolar que traz muitas novidades em lápis de cor, anatômicos, com cores vibrantes, com pontas arredondadas e mais resistentes, e que além de toda beleza e durabilidade dos produtos a empresa doa à GRAACC kits desse material para que as crianças que estão se tratando na instituição possa estudar, brincar, aprender e colorir seus dias.
Recebemos um kit maravilhoso de lápis de cor, tesouras, cola bastão, lápis grafite com borracha pra usar nos trabalhos de arte e desenho tanto aqui em casa, com os primos e amigos e destinado aos meus alunos também, já que muitas vezes falta material básico na escola pública e as crianças carentes por vezes chegam à escola sem um lápis sequer. O kit será de grande valor para nossas produções coloridas embasadas na literatura, desenvolvendo habilidades e inteligências, para expressar arte, sentimentos e sensações.

Olhem que maravilha:



Alice e Hadassa já estão fazendo a festa aqui:





Quero convidar a todos a conhecer a empresa e seus produtos e participarem da Campanha: 


A cada cadastro no site você deixa uma mensagem para as crianças do GRAACC e a CiS doa um kit para as crianças em tratamento.


Vejam o recado da Alice:





e um poema que ela fez:


Cores do amor

Cores da felicidade

Cores do bem
Cores pra vida toda
Pra trazer alegria
e diversão
E na brincadeira: 
você
Pra bem perto de mim
dentro de meu coração.

Alice



A CiS está a mais de 20 anos no mercado levando bons produtos de material escolar, escritório e informática e prioriza pelo desenvolvimento da criatividade  das crianças através do lúdico.


Para conhecer todos os materiais CiS

http://cis.sertic.com.br/

terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

Lei da semeadura!





Querem a sombra ,
mas podam, cortam, ofendem.
Querem a pureza do ar, 
mas poluem.
Querem toda verde cor,
 mas queimam a esperança.
Querem a beleza e a vida,
no entanto matam,
 destroem tudo que é natureza.
Querem a boa semente, 
porém não semeiam.
Querem colher o fruto doce,
e como seria doçura 
a semente de amargura?
No que se diz à natureza,
não se deixa vencer pela maldade e frieza humana
em árdua luta, avança
enverdejando a alma,e o olhar.

Paula Belmino

Essa é minha participação do blog da Chica Brincar de Poesia  no Botando a cabeça pra funcionar, que tem como objetivo se expressar e inspirando por meio de uma imagem a de hoje de uma árvore cortada ao tronco, mas que resiste e revive, nos dando motivos pra termos esperança.




Participem!